Uma quase biografia de quem nunca existiu

“Profissão: a designação mais própria seria tradutor, a mais exata a de correspondente estrangeiro em casas comerciais. O ser poeta e escritor não constitui profissão; mas vocação.” Fernando Pessoa, nota autobiográfica (1935)   Diz-se em Portugal que se por acaso fosse realizada uma lista dos dez maiores escritores portugueses do século XX Fernando Pessoa ocuparia pelo menos…